FC Basel – Os Farmacêuticos

Ditou o sorteio que o Sporting defrontaria os Suíços do FC Basel. Para os mais optimistas, tratar-se-á de um adversário acessível, mas os números e as exibições dos “farmacêuticos” não deixam margem para enganos – FC Basel e os seus adeptos, não estão na UEFA para curar os males de ninguém.

Para o Português mais distraído ou com maior dificuldade em encontrar referencias sobre o próximo adversário do Sporting nas competições europeias, o Jogo de Área foi a Basileia e encontrou uma cidade e adeptos tão sedentos de futebol como de cultura. Basileia em suíço-alemão significa Reino ou Domínio, e é actualmente a terceira maior cidade suíça com aproximadamente 600.000 habitantes. Geograficamente encontra-se no Noroeste Suíço estendendo-se além das fronteiras com a França (Alsácia) e com a Alemanha (Weil-am-Rhein e Lörrach County no Baden-Württemberg). É uma cidade com uma forte tradição na indústria química, sendo o maior centro europeu na indústria farmacêutica onde se encontra a sede do seu principal patrocinador – Novartis. A cidade é dividida em Pequena Basileia e Grande Basileia pelo Rio Reno que assiste, tranquilo, às milhares de visitas diárias à Catedral (Munster), edifício imponente que começou a ser construído em 1019 e demorou cerca de 500 anos a ser concluído.
O orgulho da cidade, no entanto, é a Fundação Beyeler, edifício projectado por Renzo Piano e que expõe colecções de Picasso, Rothko, Matisse e Kandinsky.
Basel possuí ainda um zoológico que é mundialmente famoso pela quantidade de espécies raras que mantém e abriga, como o asno-da-Somália, o leopardo-das-neves e o ocapi. Como personalidades famosas nativas desta cidade, encontramos Erasmo de Roterdão, que viveu muitos anos em Basileia e ali faleceu em 1536, mas actualmente é o tenista n.º 1 do Mundo – Roger Federer ali nascido em 1981, que se assume como grande embaixador de Basel em todo o Mundo.

FC Basel   Os FarmacêuticosNo plano desportivo, o FC Basileia, foi fundado em 1893 mas só começou a ganhar dimensão quer nacional quer fora de portas a partir dos anos 60. Actualmente, a nível interno, conta no seu historial com 11 Super Ligas Suíças, 8 Taças da Suíça a ultima das quais em 2007. Internacionalmente, o melhor que conseguiu foi na edição 2002/2003 da Liga dos Campeões onde terminou a fase de grupos em 2.º lugar, numa época em que fez historia ao alcançar excelentes resultados face a equipas de top mundial como a vitoria contra a Juventus (2-1), os empates (1-1) em solo inglêses, Anfield Road e Old Traford com o Liverpool e Manchester United, respectivamente. É o clube mais representativo na Suíça e usufrui do St.Jakob-Park, “palco” dos três jogos da selecção suíça na primeira fase do Europeu. O “Joggeli” como é carinhosamente conhecido pelos adeptos, tem capacidade para 42.000 espectadores (todos cobertos) é um dos mais modernos da Europa, contando com uma impressionante média de 36.000 espectadores que são considerados os mais frenéticos e apaixonados de toda a Suíça. Inaugurado em 15 de Marco de 2001, o recinto do jogo de abertura e de dois jogos dos quartos-de-final do Euro 2008 e do ultimo jogo de fase de grupos de Portugal face à anfitriã Suíça, é ladeado por um centro comercial de três andares.

Na cidade em que o FC Porto perdeu para a Juventus (2-1) a Taca das Tacas de 1983/84, o Sporting ira encontrar verdadeiros apaixonados pelo futebol, que vibram com a 1.ª posição do clube na Swiss Axpo Superliga que actualmente é dominada quer pelo Basel quer pelo FC Zurich, que no ano transacto arrancou o campeonato a ferros aos farmacêuticos por apenas 1 ponto de diferença. Uma equipa com uma media elevada de alturas (1,84m) e com uma media de idades interessante de 24 anos, comandada pela presidente Gisela Oeri que continua a apostar na continuidade do FC Basel como um dos maiores centros de formação/prospecção da Europa, sendo mesmo considero como o melhor da Liga Suíça. Esta fama leva a que muitas vezes sejam comparados a outras referencias da formação tais como, Ajax, Manchester United, Real Madrid ou mesmo Celtic. Como referencias da sua “produção interna” contam-se os nomes dos internacionais Philipp Degen, Alexander Frei e Marco Streller. Actualmente é o internacional equatoriano Felipe Caicedo, o croata Ivan Rakiti?, o suíço Yann Sommer e o nosso bem conhecido Carlos Alberto Alves Garcia – Carlitos no mundo do futebol (ex-Benfica), que fazem as delicias dos adeptos do Basel num plantel que com 50% de suíços (12 jogadores) leva ja 6 pontos de avanço sobre os rivais de Zurich, na liderança da Liga Helvética.

Com o panorama actual de alguma confiança dos suíços, estes não deixam de dar o favoritismo ao Sporting, e esperemos para o bem do futebol luso que o Sporting consiga levar de vencidos os farmacêuticos sem grandes dores de cabeça.

Sugestões...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>