1. FC Nürnberg – “Der Club”

Um clube a renascer. Será assim que o Benfica ira encontrar o seu próximo adversário na Taça UEFA que é praticamente desconhecido do publico em geral, mas que não deixara de fazer figura perante a “natural” confianca do lado dos adeptos lusos. Vejamos um pouco melhor o que este adversário tem para colocar em sentido as hostes encarnadas.

Apesar da enorme destruição da cidade durante a Segunda Guerra Mundial por bombardeamentos e a relação que tem como uma das principais cidades Nazis alemãs, Nuremberga tornou-se novamente um importante centro económico europeu, graças as varias industrias no ramo químico, metalúrgico e mecânico, que se estabeleceram no perímetro urbano. Varias empresas como Adidas, Bosch, Siemens, Playmobil ou Puma instalaram suas sedes na região metropolitana de Nuremberga mas são as manufacturas para lápis (Faber Castell) e de brinquedos que prosperam, lado a lado com a industria metalúrgica, colocando esta cidade como a segunda maior da Baviera e a quinta maior cidade alemã.
Demograficamente, é uma cidade com 500.000 habitantes mas cujo centro metropolitano abrange facilmente 2 milhões de habitantes e localiza-se a 170 km ao norte de Munique e a 65 km ao sul de Bamberg, estando assim, situada num tipo de caldeirão, rodeada por serras baixas. A pluviosidade não é muito alta, pois as serras dificultam a passagem de chuvas, no entanto, precipitação (o volume de chuvas) é maior que a taxa de evaporação e transpiração, ou seja, a humidade do ar é alta durante o ano todo.

1. FC Nürnberg   Der ClubO clube da cidade foi fundado em 1900 e apesar de não constar nos actuais livros dourados do futebol Europeu, está de novo de volta aos grandes palcos. O 1. FC Nürnberg – “Der Club” é um dos clubes mais tradicionais do futebol alemao em geral – e não é por coincidência que seja ainda hoje referido pelo simples nome de “Club”, pois quando o 1.FCN ganhou os seus primeiros 5 campeonatos entre 1920 e 1927, a linguagem “futebolística” na Alemanha ainda era extremamente “British”. O “Club” manteve toda a sua tradicao ate aos dias actuais, apesar do ultimo campeonato ganho datar de 1968 e o clube ter sido relegado para a segunda liga mais que uma vez no passado, foi na passada temporada, já em 2007 que encontrou de novo as portas da vitoria ao ganhar a Taça Alemã (3-2 na final com o Estugarda)e com isso conseguir uma maior exposição aos parceiros financeiros que começam a tornar o 1.FC num moderno e bem sucedido clube. O clube beneficiou dos apoios do Mundial 2006 e o totalmente coberto easyCredit Stadium foi remodelado em 2005 e tem agora espaço para 46780 lugares, 38980 dos quais sentados e os restantes 7800 lugares não sentados.

Ao nivel individual, os fãs do “Club” recordam e honram nos seus cânticos os grandes nomes dos “Glubberer” (alcunha dos jogadores do Nuremberga) do passado. O nome de Max Morlock é o mais representativo para muitos e este é para o clube como Eusébio para o Benfica: Morlock jogou mais de 900 jogos pelo 1.FC Nuremberga e ainda a lendária final do Mundial 1954 na Suíça, onde marcou no 1-2 contra a Hungria, levando a Alemanha ao titulo e a uma das grandes conquistas do pais. Estatisticamente, a equipa ocupa actualmente na Bundesliga um decepcionante 16.º lugar com apenas 15 pontos em 17 jornadas, com 21 golos marcados e 28 sofridos. Mesmo assim, mantém um registo interessante de 2.81 golos marcados por partida, contrastando com uma fraca prestação fora de casa, onde conta com apenas 26% de vitórias. Os responsáveis do “Club” estipulam que o estádio esgote na recepção ao Benfica e que o clube mantenha a media de 6000 adeptos que se deslocam para apoiar a equipa em campos forasteiros, para gritarem alto os nomes dos seus ídolos actuais.

Ao nível de plantel, este Nuremberga de Hans Meyer, tem em Andreas Wolf o homem-chave da defesa, sendo mesmo considerado o melhor jogador do ano 2007 na Bundesliga. O club fez um enorme esforço ao adquirir o passe do internacional grego Angelos Charisteas que teve curiosamente no estádio da Luz o seu grande momento da carreira ao apontar o golo que derrotou Portugal na final do EURO-2004. O grego com os seus 1.91m e 82kg, nao teve dificuldades em impor-se como melhor marcador da equipa com 5 golos e assumir-se como verdadeira figura de proa deste Nuremberga que aposta muito na UEFA, prova disso foi o ultimo jogo que fez na fase de grupos em que defrontou o Larissa no seu reduto, e após iniciar o jogo a perder deu a volta para uns incríveis 1-3, conseguindo o passaporte para agora encontrar nos 16 avos-de-final da Taça UEFA, a equipa da Luz. O defesa francês ex-Nice – Jacques Abardonado e o ponta de lança Chhunly Pagenburg do 1860 Munchen são nomes já confirmados como reforços de Inverno para ajudar o “Club” a escapar os lugares “proibidos” da Bundesliga.

Sugestões...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>