Paulo Futre – Ícone Nacional

Nascido no Montijo, em 1966, este miúdo cedo começou a brincar com a bola, à semelhança do que sucede com muitos outros. Filho de um ex-futebolista, estabeleceu naturalmente o objectivo de vir a ser jogador de futebol. Não imaginaria certamente o futuro sensacional que lhe estava destinado. Aos 12 anos, e enquanto participava num torneio em Alvalade, Futre encantou tudo e todos com o seu pé esquerdo, acabando mesmo por assinar contrato pelo Sporting. A sua vida nunca mais iria ser a mesma.

Transferindo-se para Alvalade bem cedo, teve a oportunidade de terminar a sua formação numa das melhores e mais conceituadas escolas de futebol do país, algo que acabou por ser vital no seu futuro como futebolista. O seu contrato profissional surgiu quando tinha apenas 15 anos!
Corria a época de 1983/84, e Futre jogava a sua primeira temporada ao mais alto nível, como grande revelação do Sporting, surpreendendo adeptos e imprensa. Findava a época, e Futre viria a criar o primeiro “caso” de muitos que a sua carreira acabou por revelar. Exigindo um aumento salarial, incompatibilizou-se com a direcção leonina, conseguindo mesmo anular o seu contrato de trabalho. Livre, assina pelo FC Porto.

Paulo Futre   Ícone NacionalChegando ao Porto com apenas 18 anos, rapidamente marcou a sua posição, conquistando a exigente massa adepta portista. De 84 a 87 participou em grandes conquistas, culminando com a vitória da Taça dos Campeões Europeus (a actual Liga dos Campeões). O FC Porto tinha construído uma equipa fenomenal, e Futre era uma das suas grandes figuras. Marcou a final de Viena, com uma exibição estonteante! Para culminar uma temporada dourada, venceu a Bola de Prata da “France Football”, perdendo apenas para o holandês Ruud Gullit. Roy Hodgson proferiu a seguinte frase, sobre este magnifico jogador, que ainda hoje é recordada: “Futre é capaz de fintar 10 adversários dentro de uma cabina telefónica, mas depois não encontra a porta da saída. A sua capacidade de partir para cima dos adversários com a bola controlada, começando as suas jogadas bem encostado à linha lateral, deixou uma marca no futebol mundial (ver vídeo no final do artigo). As suas capacidades técnicas eram infindáveis, e houve mesmo quem o comparasse a Maradona, nesta fase mágica da carreira.

Com apenas 21 anos, Futre saía para o estrangeiro. Na altura transferência record (650 mil contos), Futre assina pelo Atlético de Madrid, para mais uma experiência de sucesso. Já peça importante na selecção portuguesa, Futre tornou-se um ídolo colchonero, ainda hoje bem recordado pelos adeptos. Foram 5 anos e meio, durante os quais curiosamente apenas venceu duas Taças de Espanha.

Como acaba por suceder com muitos atletas de grande calibre, a fase descendente na sua carreira surgia por esta altura. Futre passava por 7 clubes em apenas 5 anos. Se psicologicamente o jogador se encontrava a passar por uma fase de instabilidade, a situação ainda se agravou quando as lesões começaram a surgir. O final da sua carreira surgiu aos 32 anos, surpreendendo tudo e todos.

1983/84 Sporting
1984/87 FC Porto
1987/92 Atlético Madrid
1992/93 Benfica (1 Taça de Portugal)
1993/94 Marselha
1994/95 Reggiana
1995/96 AC Milan (1 Liga Italiana)
1996/97 West Ham
1997/98 Atlético Madrid
1998 Yokohama Flugels

Selecção Nacional
41 Jogos 6 Golos
Mundial de 1986: 3 Jogos

Entre Eusébio e Figo, Paulo Futre marcou as décadas de 80 e de 90, revelando-se como um grande embaixador do futebol português. Um jogador fora-de-série, que será sempre recordado por quem teve o privilégio de o ver actuar.



1987 (Final de Viena): Bayern 1×2 Porto

Sugestões...

5 Responses

  1. andre diz:

    o futre é o melhor jogador de sempre portugues. o figo tb figura e o cristiano ja provou q tb merece um destaque neste hall of fame.

  2. José Silva diz:

    Paulo Futre é deveras o melhor futebolista de sempre do futebol Português e não só, só Maradona teve por companhia, na beleza de seus lances geniais de uma técnica apuradíssima de condução de bola e drible nunca visto, a juntar uma velocidade estonteante (de puro sangue árabe) só os invejosos não se (rendem ao talento do grandíssimo jogador da bola) do Montijo de PORTUGAL, é um abençoado, foi um jogador Divino………

  3. cristina amaral diz:

    desde sempre gostei de futebol mas a minha paixao foi desde que vi o Futre a jogar. Sou uma grande fa dele e acho que se devia dar a conhecer mais sobre um jogador de tanto prestigio como o Futre,talvez assim hoje se jogasse futebol como na sua epoca em que o futebol nao era um negocio.Ao fim de todos estes anos continuo a pesquisar sobre Paulo Futre porque ele e digno de uma grande memoria

  4. Pensador Realista diz:

    concordo contigo Cristina Amaral o video em cima diz tudo da arte de saber jogar à bola e estar bem acima da média, é pena que a carreira de um futebolista como a do Paulo Futre seja breve, assim como na vida somos breves instantes!….

  5. Jorge Ferreira diz:

    Para mim foi o melhor jogador que vi até hoje, o que mais gostei de ver jogar futebol. Tanto que hoje em dia tambem tenho uma grande simpatia pelo Atl. de Madrid. So tenho uma mágoa que foi o facto dos “inteligentes” dos dirigentes que tinhamos no Sporting naquela época não terem melhorado o salario dele para continuar no clube. Continua a ser o meu IDOLO. Futre és o Maior.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>